Alimentos que podem provocar alergias ou intolerâncias

1 – Cereais que contêm glúten (trigo, centeio, cevada, aveia, espelta, kamut ou outras estirpes hibridizadas) e produtos à base destes cereais;

2 – Crustáceos e produtos à base de crustáceos;

3 – Ovos e produtos à base de ovos;

4 – Peixes e produtos à base de peixe;

5 – Amendoins e produtos à base de amendoins;

6 – Soja e produtos à base de soja;

7 – Leite e produtos à base de leite (incluindo lactose);

8 – Frutos de casca rija, nomeadamente, amêndoas, avelãs, nozes, castanhas de caju, pistácios, entre outros;

9 – Aipo e produtos à base de aipo;

10 – Mostarda e produtos à base de mostarda;

11 – Sementes de sésamo e produtos à base de sementes de sésamo;

12 – Dióxido de enxofre e sulfitos em concentrações superiores a 10mg/kg ou 10ml/L;

13 – Tremoço ou produtos à base de tremoço;

14 – Moluscos e produtos à base de moluscos.

Estes alimentos podem causar, às pessoas que lhes são suscetíveis, reações adversas, nuns casos devido a alergias alimentares e, noutros, devido a intolerâncias alimentares. Confirme o rótulo paladarpronto ou fale com um nosso colaborador.

A alergia é uma reação do sistema imunitário que ocorre quando uma pessoa ingere um alimento e o organismo tenta defender-se, uma vez que o organismo o reconhece como uma ameaça. As manifestações clínicas das reações alérgicas podem variar de moderadas a graves, podendo os sintomas surgir após alguns minutos ou duas horas após a ingestão do alergénio.

A intolerância alimentar caracteriza-se por uma reação adversa, reprodutível, que ocorre após a exposição a um determinado alimento e que, ao contrário da alergia, não envolve o sistema imunitário, nem causa anafilaxia.

Confirme o rótulo ou fale com um nosso colaborador

anexo II do Regulamento n.º 1169/2011, de 25 de outubro